Reserve a estadia online e tenha vantagens.

10 razões para visitar o Porto

Existem muitas razões para visitar a cidade do Porto. Deixamos-lhe 10 mas poderá facilmente encontrar outras tantas.

Existem muitas razões para visitar a cidade do Porto. Deixamos-lhe 10 mas poderá facilmente encontrar outras tantas.

1.Vinho do Porto

Não podíamos começar por outro tópico. Está tão ligado à cidade que é impossível contornar mesmo que não beba. Conhecido em todo o mundo, o vinho do Porto tem uma história e segredos que só pode conhecer aqui, visitando as caves e provando o vinho nas suas diversas variantes.

2. Rio Douro

Poucas cidades no mundo vivem o rio como o Porto. Parte fundamental da cidade, o rio está presente na vida de quem vive ou passa no Porto, seja navegando nas suas águas, bebendo um copo nas inúmeras esplanadas à beira rio ou explorando a marginal a pé, de patins ou bicicleta. O rio, a praia, a água são parte do dia a dia dos portuenses e deve ser vivido também por quem nos visita.

3. Gentes

Orgulhosos da sua cidade, todo o portuense sente o apelo de mostrar a quem visita, a razão desse orgulho. De sorriso sempre pronto e com uma disponibilidade que nunca esmorece, os portuenses sabem receber. Não vai deixar de sentir isso, a passear na rua, num café ou em visita ao Bolhão. Por onde passar, o calor com que se recebe no porto vai seguramente aquecer-lhe a alma.

4. Comida

Não pode estar de dieta quando visitar o Porto. Mesmo que consiga escapar à Francesinha e a outros petiscos – e são tantos – que a cidade oferece, e mesmo que adote uma comida mais saudável que já consegue encontrar em muitos locais, as doses no Porto não são para meninos!

5. Rua de Santa Catarina

Não é por ser a “nossa” rua mas não podíamos deixar de falar na Rua de Santa Catarina porque ninguém vem ao Porto sem passar por cá pelo menos uma vez. Para vir fazer compras nas inúmeras lojas, para vir ao Majestic, para simplesmente passear no meio do mar de gente que diariamente percorre a rua ou para vir ver e ouvir o relógio com carrilhão do edifício Palladium com as quatro figuras emblemáticas da cidade – São João, Infante D. Henriques, Almeida Garret e Camilo Castelo branco.

6. Património Cultural

O património cultural do Porto é tão vasto que vai precisar planear com cuidado se quiser visitar tudo. Pode sempre escolher pelos temas que mais lhe interessam:

  • Museus: O museu de Serralves, o museu do Vinho do Porto, o museu Nacional Soares dos Reis, o museu Nacional da Imprensa, a galeria da Biodiversidade, a Casa-museu Guerra Junqueiro, a casa do Infante, a casa-museu Marta Ortigão,o museu Romântico,  o World of Discoveries, o museu do Carro Elétrico, o museu da Misericórdia, o museu dos Transportes e Comunicação, o museu da Farmácia, o Palácio da Bolsa, o Paço Episcopal do Porto, o Centro Português de Fotografia. Todos mereciam um artigo próprio. Em cada um pode descobrir um pouco mais da nossa história, costumes e tradições.
  • Igrejas: a igreja de São Francisco, a Sé Catedral, a igreja e torre do Clérigos, a igreja de Santa Clara, a capela da Almas, a igreja da Lapa, a igreja do Carmo, a igreja da Misericórdia… Existem mais e todas valem uma visita.
  • Jardins: o parque da Cidade, o jardim do Palácio de Cristal, o jardim do Carregal, o jardim botânico do Porto, o jardim das virtudes, o jardim de S. Lázaro e podíamos continuar. Diferentes em tamanho e feitio, têm em comum o verde e o bem-estar que proporcionam a quem os visita.
  • Artes: aqui a lista também é exaustiva, desde um quarteirão dedicado às artes – Miguel Bombarda, a uma casa dedicada á musica – Casa da Música – que é também um ícone arquitectónico, passando pelos inúmeros murais de graffiti que já têm direito a percurso turístico, as livrarias e galerias de arte, pode perder-se na cidade antes de descansar numa cadeira do Coliseu do Porto, do teatro S. João, do teatro Sá da Bandeira, do teatro do Bolhão, do Rivoli, do teatro do Campo Alegre, etc.

Mesmo optando por não visitar algum dos espaços acima referidos, o simples facto de passear nas ruas do centro histórico, Património Mundial da UNESCO desde 1996, já lhe permite viver muito desse património cultural.

7. Arredores

Num raio de poucos quilómetros do Porto, tem tanto para conhecer que o desafio é escolher: Guimarães – o berço de Portugal; Braga com os seus santuários e igrejas; Viana do Castelo, Barcelos, Ponte de Lima onde pode descobrir as tradições minhotas, o vinho verde, a filigrana; o Gerês com a sua beleza natural impactante;  o Vale do Douro e a sua paisagem classificada como património Mundial; Aveiro e os seus moliceiros.

8. FCP

Existem outros clubes de futebol na cidade e arredores mas o Futebol Clube do Porto é o clube principal. Pela sua importância e antiguidade partilha connosco a honra de poder ter no seu logótipo o brasão da cidade. A visita ao estádio e ao museu do clube já faz parte do itinerário de muitos que visitam a cidade. Se é amante do desporto, não deve perder.

9. McDonald’s Imperial

A marca não precisa da nossa publicidade, mas gostando-se ou não do tipo de comida, não se pode perder uma visita ao McDonald’s mais bonito do mundo! Construído dentro do emblemático Café Imperial, soube manter os elementos icónicos do espaço preservando assim um bocadinho da sua história que provavelmente teria desaparecido com o encerramento do café. Existem outros cafés emblemáticos no Porto mas o cimbalino aqui é mais barato!

10. Sustentabilidade

Nos últimos anos, a cidade tem tentado trilhar um caminho mais sustentável. A Câmara municipal, as empresas e os próprios cidadãos estão cada vez mais atentos ao tema. Embora o caminho seja ainda longo, o Porto tem vontade de o percorrer. Dizem que uma cidade é sustentável quando é boa para viver, boa trabalhar e boa para visitar. Nós amamos viver e trabalhar no Porto e sabemos que vai amar visitá-la. Venha daí!

ver mais